Roteiro de compras » Aplicações

Segurança
Sistema de câmeras “avisa” quando há eventos suspeitos

Agregar às redes de videomonitoramento capacidade de identificar comportamentos suspeitos e outros riscos à população é uma das novidades que a WDC apresenta na 6ª Feira Nacional de Segurança Municipal (Fenasem), nesta semana, em São Vicente (SP). Segundo a empresa, estarão presentes visitantes de mais de 100 municípios, e o objetivo é mostrar como funcionam as tecnologias de monitoramento em condições reais. 

 
Web ou dispositivos móveis
Atos traz aplicativos para gestão urbana inteligente

A Atos, provedora francesa de serviços corporativos de TI, aproveita o Futurecom 2013, que se realiza no Rio de Janeiro de 21 a 24 de outubro, para apresentar o programa MyCity, um conjunto de soluções que junta a interação por web ou dispositivos móveis a sistemas e processos mais integrados na retaguarda. O MyCity inclui produtos desenvolvidos em projetos de cidades como Madrid, Londres, Mumba, Milão e Barcelona. 

 
Redes de água e esgoto
Empresa lança software para processos de Saneamento

A Imagem está disponibilizando o ArcGIS para Saneamento, que ajuda a gerenciar e manter o cadastro das redes de distribuição de água e coleta de esgoto sempre atualizado e com fácil acesso. O software funciona como um editor que pode ser utilizado por técnicos de mapeamento e cadastro em uma concessionária de água, esgoto ou autoridade de um departamento de obras públicas.

 
Inclusão digital pra deficientes
Prefeitura de Guarulhos disponibiliza solução no Portal do Software Público

A prefeitura de Guarulhos disponibilizou no Portal do Software Público Brasileiro a solução Guarux, cujo objetivo é incluir digitalmente pessoas com deficiência visual, tetraplégicos e crianças com Transtorno de Desenvolvimento Global.  Em Guarulhos, o sistema é utilizado por cerca de 22 mil usuários da prefeitura e também alcança uma grande parcela da população através dos centros de inclusão digital.

 
Acessibilidade e inclusão
Tradução para surdos chega a dispositivos móveis

Já está disponível a versão para smartphones do ProDeaf, um aplicativo de dicionário e tradução para a Linguagem Brasileiras de Sinais (Libras). Além das funções de tradução de palavras e pequenas frases, a plataforma permite a criação de conteúdo em Libras, assim como os usuários podem acrescentar vocabulário, com novos sinais. Os desenvolvedores de serviços de interesse público podem acrescentar acessibilidade a suas aplicações, sem custo de licenciamento. “A tecnologia é fornecida gratuitamente, para promover a inclusão”, afirma João Paulo Oliveira, diretor da ProDeaf. Conforme os decretos 5.296/2004 e 5.626/2005, instituições financeiras, serviços públicos e outras áreas de interesse coletivo devem prover atendimento e recursos de acessibilidade a surdos. Essa parcela da população é dimensionada, pelo IBGE, em 10 milhões de cidadãos.

 
« <   1   [2]   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   > »

«Voltar



Apoio: