Por que ser uma Cidade Digital » Novos projetos

Tanguá/RJ
Tanguá dá os primeiros passos para se tornar digital

A prefeitura de Tanguá, município de 30 mil habitantes da região metropolitana do Rio de Janeiro, recentemente deu os primeiros passos para se tornar um município ”digital”. Em junho, foi instalada a primeira antena do projeto “Tanguá, cidade do Futuro”, que pretende disponibilizar acesso gratuito à internet aos moradores que estejam em dia com seus impostos e melhorar a comunicação entre o poder público e os cidadãos. 

 
Itabira/MG
Itabira dá início ao programa “Net Livre”

A prefeitura de Itabira, em Minas Gerais, está iniciando uma nova etapa de seu programa de cidade digital. Em 15 de junho, foram inaugurados pontos de acesso à internet no centro da cidade, passo seguinte à modernização da infraestrutura pública de comunicação, ambos parte do programa “Net Livre”, que visa levar a toda a população sinal gratuito de acesso à internet e dar mais eficiência à administração municipal. 

 
Internet Morena
Infovia é o primeiro passo para modernizar capital do Mato Grosso do Sul

A Rede Metropolitana de Alta Velocidade (REMAV), com links de rádio e fibra óptica, interliga toda a estrutura da administração municipal e foi o primeiro passo do programa Campo Grande Digital, que visa modernizar os serviços públicos e promover a inclusão digital.  A construção da rede viabiliza o desenvolvimento de iniciativas como o “Internet Morena”, que fornece acesso à web à população carente. Desde 2010, o sinal de internet aos cidadãos é disponibilizado em três localidades, duas na área central da cidade e outra na periferia. Até o fim deste ano, mais nove pontos da região periférica deverão ser atendidos.

 
Atendimento às demandas dos munícipios
Capital mineira investe em tecnologia para o relacionamento com o cidadão

Um dos projetos de governo eletrônico em planejamento pela Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte (Prodabel) atualmente é um sistema de CRM (gerenciamento do relacionamento com o consumidor, na sigla em inglês) para o setor público. O objetivo é o mesmo dos sistemas de CRM utilizados largamente no meio empresarial: “facilitar o acompanhamento do atendimento de demandas dos munícipes à prefeitura e o retorno da informação ao solicitante”, explica, em entrevista ao Guia das Cidades Digitais, o diretor de Rede da Prodabel, George Wilson Almeida.

 
Candiota /RS
Fibras ópticas, rádios digitais e PLC compõem a infraestrutura de Candiota

A infraestrutura do projeto Candiota Digital é um mix de tecnologias. Foram utilizadas fibras ópticas, rádios digitais e acesso à internet através da rede de energia elétrica (PLC) para dotar o município gaúcho de condições para integrar equipamentos e sistemas e levar a conexão banda larga aos órgãos municipais e estaduais visando a oferta de serviços com qualidade e baixo custo.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   [22]   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   > »

«Voltar



Apoio: