Por que ser uma Cidade Digital » Novos projetos

Socorro/SP
Programa do MiniCom viabiliza rede de fibra óptica de Socorro

A inclusão no programa Cidades Digitais do MiniCom vem permitindo a Socorro dar um passo para sua modernização. Com cerca de 39 mil habitantes, a estância hidromineral paulista implantou um anel de 16 quilômetros de fibra óptica, link de internet de 30 Mbps, switches e outros equipamentos. No total, a prefeitura investiu cerca de R$ 1 milhão nessa iniciativa.

 
Manaus / AM
Manaus criará centro de controle

A prefeitura de Manaus firmou um acordo de cooperação técnica com a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi) para criar um centro de controle operacional, cujo objetivo é monitorar, em tempo real, as condições de trânsito, clima e da infraestrutura da cidade. A ideia é criar uma “situation room” para acompanhar o que acontece na cidade e tomar decisões rápidas de acordo com os fatos.

 
Sorocaba/SP
Sorocaba: infovia ganhará mais 120 km de fibra

A prefeitura de Sorocaba (SP) vai investir cerca de R$ 2,5 milhões para adicionar 120 quilômetros de fibra ótica aos atuais 270 km da infovia municipal. A licitação aconteceu no fim de março, e o projeto deve começar a sair do papel em maio, com previsão de término 12 meses depois. O novo trecho fará com que a rede pública abranja toda a parte urbana da cidade, atendendo a todos os prédios da administração.

 
Cariacica/ES
Internet para Todos começa a conectar gestão municipal e população

Quando elaborou o Internet para Todos, a prefeitura de Cariacica, município localizado na região metropolitana de Vitória (RS), esperava prover sinal de Wi-Fi em unidades de saúde, prédios públicos e praças, beneficiando órgãos do governo e população. Em janeiro deste ano, a primeira fase do projeto foi concluída, levando conexão para a sede da administração pública e a unidade de pronto atendimento.

 
Caçador/SC
Município de Caçador informatiza gestão escolar

Cerca de oito mil alunos do município catarinense de Caçador foram beneficiados em 2015 pela implantação do software i-Educar. A solução, que está disponível no Portal do Software Público Brasileiro (SPB), possibilita a gestão das informações de ensino e pedagógicas das unidades escolares, como matrícula de alunos, notas, faltas, boletins e históricos escolares. O SPB é gerenciado pelo Ministério do Planejamento (MP).

 
[1]   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   > »

«Voltar



Apoio: