Por que ser uma Cidade Digital » Artigos

Newton C. Scartezini
O quebra-cabeça das frequências
Os projetos de Cidades Digitais sempre contemplam o acesso sem fio a uma rede de informações, com graus variados de abrangência. A oferta de acesso sem fio pressupõe a utilização de sistemas de transmissão por meio de radiofreqüência, e a escolha das freqüências mais adequadas torna-se uma decisão de projeto das mais importantes e complexas.
 
Renato Sabbatini
Redes wireless: existe algum perigo para a saúde?
O grande crescimento das redes de comunicação de dados por tecnologia sem fio (wireless), como Wi-Fi, WiMax, OFDM e Bluetooth, tem causado alguma preocupação entre as autoridades de saúde em todo o mundo. Algumas perguntas são colocadas de imediato.
 
André Imar Kulczynski
Um desafio a ser superado
Distante da competitividade estabelecida no setor privado, a gestão da Tecnologia da Informação (TI) na administração pública é hoje um dos principais desafios dos governantes. Os simples saber escolher e saber usar devem ser concebidos como um processo decisório em busca da qualidade de serviços a serem oferecidos à população.
 
Luiz Fernando Pezão
As Cidades Digitais e as novas vias de desenvolvimento
Há hoje um caminho de desenvolvimento que desafia os governantes. Assim como nos anos 50 as estradas de rodagem mostravam os caminhos do desenvolvimento, hoje são as estradas digitais.
 
Vicente Guedes
Caminhos do Rio de Janeiro viram caminhos nacionais
O Rio de Janeiro sempre foi uma cidade cosmopolita e universal, que pensava mais o Brasil que o seu próprio território. Mas no campo de ação das cidades digitais, acreditamos que o Rio de Janeiro conseguiu integrar seus caminhos com os caminhos de um projeto nacional.
 
« <   1   2   3   4   5   6   7   [8]  

«Voltar



Apoio: