Mercado » Setor Público

Rio Grande /RS
Mais um município gaúcho firma parceria com a Telebras

A Telebras e o município de Rio Grande (RS) firmaram um termo de cooperação para o desenvolvimento de ações conjuntas no âmbito do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). A parceria abrange o desenvolvimento de projetos e estudos, o compartilhamento ou cessão de espaços físicos e de infraestrutura de telecomunicações, além da criação das alternativas de pontos de troca de tráfego estaduais.

 
Plano estratégico
Telecomunicações: Amazonas planeja melhorias para a Copa 2014

Os estados que sediarão jogos da Copa de Mundo em 2014 já começaram a se mobilizar para promover melhorias no setor de telecomunicações. No Amazonas, o governo tem se reunido com operadoras de telefonia celular e internet para elaborar um plano estratégico. O objetivo é conhecer o mapa de investimento das operadoras e trabalhar de forma integrada para garantir qualidade nos serviços oferecidos antes, durante e no pós Copa.

 
Rede de gás
Convênio inédito no país facilitará utilização de fibra óptica na Paraíba

A Paraíba será o estado pioneiro no compartilhamento de infraestrutura de bitubos da rede de gás para utilização de fibra óptica. A iniciativa possibilitará uma comunicação rápida e segura entre todos os órgãos governamentais, por meio de redes avançadas de comunicação de dados, e permitirá apoio à pesquisa, educação, segurança, saúde e governança, além de reduzir gastos com internet.

 
Telebras e CEEE
Acordo amplia cobertura do PNBL no Rio Grande do Sul

Parceria firmada entre a Telebras e o governo do Rio Grande do Sul vai ampliar a cobertura do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) no estado, ao viabilizar o compartilhamento da infraestrutura das redes da estatal federal e da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). Com isso, o PNBL vai poder chegar a áreas não cobertas pela rede de transmissão de energia elétrica da Eletrosul. 

 
Limitações
PNBL: diferenças nas ofertas de banda larga “popular” pelas teles

Os termos de compromisso firmados entre as concessionárias e o Ministério das Comunicações, relacionados à oferta de banda larga “popular”, indicam que as teles levarão acessos de 1 Mbps a R$ 35 a todo o país até 2014. Mas há detalhes que tornam as ofertas diferentes, a depender da empresa. A Oi, por exemplo, impôs limitações maiores do que as previstas no termo firmado com a Telefônica.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   [93]   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: