Mercado » Setor Público

Custo menor e velocidade maior
Provedores e pontos de governo de quase 1.400 municípios querem aderir ao PNBL

Cerca de 720 provedores de internet e 3.174 pontos de governo, em 1.395 municípios,  já manifestaram à Telebras o seu interesse em participar do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). São solicitações que envolvem uma demanda de 112 Gigabits, segundo o presidente da Telebras, Caio Bonilha. Ele reiterou que os objetivos da Telebras são reduzir os custos da internet e ampliar a cobertura e a velocidade.

 
Apoio do BNDES
Minicom: Programa de Cidades Digitais deve atingir 80 municípios até junho

O Ministério das Comunicações divulgou importantes passos de seu esperado Programa de Cidades Digitais. Durante a 10a Oficina de Inclusão Digital, em Vitória/ES, foi anunciada a realização de uma consulta pública para definir o projeto e a meta de atingir 80 cidades até junho de 2012. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) prometeu apoiar a iniciativa.

 
Sem redundâncias
Governo lança Fórum de Articulação de Ações de Inclusão Digital

Uma das maiores críticas feitas às ações de inclusão digital do governo federal, a falta de coordenação entre os programas, vai começar a ser combatida. O Ministério das Comunicações anunciou a criação do Fórum de Articulação de Ações de Inclusão Digital, que vai reunir 22 órgãos e empresas do governo federal que realizam programas nessa área para mapear projetos e otimizar esforços. 

 
Campi no interior dos estados
Parceria entre RNP e Telebras: mais conectividade das universidades federais

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e a Telebras anunciaram o início de um projeto piloto para integração de universidades (IFES) e institutos tecnológicos federais (IF) em alta velocidade à rede acadêmica nacional (rede Ipê). Durante reunião da Associação Nacional dos Dirigentes das IFES (ANDIFES), foi discutida parceria para aumentar as velocidades de conexão nos campi situados no interior dos estados.

 
Mais velocidade e custos menores
América do Sul planeja rede de conexão em dois anos

Em 2014, um anel óptico poderá interligar os países da América do Sul e, assim, aumentar a velocidade das trocas de informações entre essas nações e até mesmo reduzir o custo de acesso à internet. O projeto, surgido em reuniões da Comissão Econômica para América Latina e o Caribe (Cepal) realizadas no fim de outubro, foi anunciado no final de novembro durante reunião de ministros das Comunicações da União de Nações Sul-Americanas (Unasul). A fonte dos recursos ainda não foi anunciada, mas os governos afirmaram que buscarão apoio de instituições internacionais de desenvolvimento, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a Corporação Andina de Fomento (CAF), além do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Cepal ofereceu auxílio técnico ao projeto.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   [82]   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: