Mercado » Setor Público

Com adesão de estados e municípios
Ouvidorias públicas do país terão número de telefone único

O governo federal decidiu liberar um único número de telefone de apenas três dígitos (162) para facilitar o acesso dos cidadãos às ouvidorias púbicas, a exemplo do que acontece com outros serviços de utilidade pública, como a Polícia e o Corpo de Bombeiros. O 162 já foi disponibilizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e sua utilização vai depender apenas da adesão dos estados e municípios.

 
Nova subsidiária
Copa 2014: Telebras quer benefícios fiscais da FIFA

Enquanto o governo ainda discute com a Fifa quem vai pagar a conta dos serviços de telecomunicações do Mundial de 2014, a Telebras busca garantir os benefícios fiscais previstos para os fornecedores da federação internacional de futebol. Vai criar uma subsidiária, Telebras-Copa, para os negócios relacionados à Copa das Confederações, em junho de 2013, e para a própria Copa do Mundo, em 2014. 

 
Centros Integrados de Comando e Controle
Governo lançará editais para tecnologia em segurança pública

Vão começar a chegar à praça ainda este mês alguns editais relacionados à preparação para os grandes eventos no campo da segurança pública. Há uma parcela razoável destinada a diferentes equipamentos, mas a perspectiva também é de grandes aquisições em soluções de TI, a maior parte volta para os Centros Integrados de Comando e Controle - cada uma das 12 sedes da Copa de 2014 terá um.

 
Redes VoIP
Cidades digitais: pregão acontece no dia 9 de outubro

O Ministério das Comunicações faz em 9 de outubro o pregão eletrônico para contratação das empresas responsáveis pela implantação das redes para 80 Cidades Digitais, divididas em sete grupos, que serão os lotes em disputa. Se custar o preço máximo previsto no edital, a implantação do projeto piloto ficará em R$ 55,7 milhões. Nesse caso, um pouco acima dos R$ 40 milhões estimados inicialmente. 

 
Benefício
Investimentos em banda larga são desonerados

As empresas que apresentarem ao Ministério das Comunicações projetos de investimentos em infraestrutura de banda larga terão uma desoneração de impostos (IPI, PIS/Pasep e Cofins). Nos projetos para banda larga rural, o benefício abrange outros tributos (Fust /Funttel) e isenção da taxa de fiscalização (Fistel) para equipamentos e serviços que operem na faixa de 450 MHz (frequência licitada para cobertura dessas áreas).

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   [63]   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: