Mercado » Setor Público

Até o fim do primeiro semestre
MEC quer oferecer aulas grátis de universidades federais na internet

Quase um ano depois de prometer legendar o conteúdo da Khan Academy, site que reúne aulas de grandes universidades dos EUA e da Europa, para oferecê-lo a brasileiros, o ministro da Educação, Aloízio Mercadante, diz que vai disponibilizar classes de universidades federais na internet. A ideia, chamada de “Universidade Livre”, deve sair do papel até o fim do semestre.

 
Iniciativas
MCTI apoia legislações locais de inovação

No primeiro encontro do novo prefeito de Recife, Geraldo Júlio, com Marco Antônio Raupp, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, o secretário executivo do MCTI, Luiz Antônio Elias, sugeriu que a capital pernambucana busque aprovar uma lei de inovação. No âmbito dos estados, o Rio Grande do Norte acaba de se tornar a 18ª unidade da Federação e o sexto estado do Nordeste a ter uma Lei de Inovação local.

 
Iniciativas de gestão
Secretarias de Saúde são obrigadas a publicar gastos em site do Ministério

Conforme a portaria 53, de janeiro deste ano, a publicação de dados sobre a aplicação de recursos em saúde no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops) passa a ser compulsória para os gestores de estados e municípios. O Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) também lançou uma norma de referência para auditoria sobre as escalas de médicos nas unidades estaduais e federais. Junto à ANS, o Ministério da Saúde inicia a formação de um cadastro de especialistas, nos sistemas públicos e privados, que poderá dar base a estratégias de formação. 

 
Rumo ao interior
Telebras e Prodepa lançam o PNBL no Pará

A Telebras e a Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa) assinaram Termo de Ajuste e Plano de Trabalho para dar início à implantação do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) no interior do estado. Em junho do ano passado, foi inaugurado o trecho da rede entre Imperatriz (MA) e Belém (PA). O acordo atual 

estende o atendimento para outras localidades no interior paraense.


 
Tecnologia
Contra dengue, Rio usará smartphones

 

O governo do Estado do Rio de Janeiro investiu em tecnologia para evitar que a dengue se torne uma epidemia neste verão. A secretaria de Saúde (SES) utilizará dez mil smartphones para melhorar e agilizar a coleta de dados sobre focos da doença. Os aparelhos serão distribuídos a agentes de saúde do programa Monitora Dengue, lançado em 15 de janeiro. Magé será o primeiro município a receber os aparelhos e deve começar a utilizá-los em fevereiro.

 

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   [56]   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: