Mercado » Setor Público


Na capital paulistana, Prodam executa as demandas tecnológicas

Quando necessita desenvolver novas ações para implementar serviços ao cidadão ou mesmo para os funcionários municipais, a prefeitura de São Paulo, que governa a maior cidade do País, recorre à Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação (Prodam). Entre os inúmeros projetos criados pela companhia, dois dos mais recentes são o “De Olho na Obra” e o “São Paulo Mais Fácil”.

 

Estados endossam "reciclagem" de máquinas caça-níqueis

Cada vez mais, máquinas caça-níqueis apreendidas em operações do Ministério Público e das polícias estão sendo transformadas em computadores, ajudando a oferecer qualificação profissional para centenas de jovens carentes em vários Estados do país, como São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

 

Notebooks para professores: início em agosto

O programa Computador Portátil para Professores inicia sua fase de teste a partir de agosto, priorizando os municípios com melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Também foram incluídas nesta primeira etapa as cidades que compõem as 37 redes municipais de ensino apontadas pela pesquisa Redes de Aprendizagem. Ao todo, serão beneficiados, agora, professores de 64 municípios.

 

Certificação digital para a educação

A CAIXA irá fornecer certificados digitais para prefeitos, secretários e gestores da educação de todos os municípios do País. A iniciativa faz parte de um acordo com o Ministério da Educação (MEC), que quer saber a freqüência dos alunos nas escolas para orientar a distribuição de verbas. Na primeira etapa, os certificados serão fornecidos nas agências da CAIXA aos gestores dos municípios do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

 

Isenção de licença é positiva, mas de pouco impacto financeiro

Positiva, mas sem grandes impactos financeiros na prática. Assim especialistas em projetos de Cidade Digital avaliam a recente decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de isentar prefeituras do pagamento de licenças nos casos de prestação de serviços de acesso de modo gratuito e restrito à rede municipal. Além disso, dizem eles, esses serviços só podem ser executados em faixas de freqüências não-licenciadas. Ou seja, aquelas que qualquer pessoa pode usar.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   [170]   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: