Mercado » Setor Público


Londrina (PR) destina quase R$ 140 mil à inclusão digital rural

Já tendo um projeto de cidade digital em andamento, a paranaense cidade de Londrina caminha agora para levar as tecnologias de informação e comunicação para a área rural. A cidade lançou no último dia 3 licitação para aquisição de 40 notebooks e duas impressoras para levar capacitação e acesso à internet a agricultores familiares. Planos preveem início do projeto em março.

 

Europa investe € 1 bi em banda larga para superar crise

No dia 28 de janeiro, a União Europeia (UE) anunciou investimentos de € 1 bilhão até 2010 para levar internet em banda larga a todos seus cidadãos. Com os recursos, os europeus esperam criar um milhão de postos de trabalho até 2015 e gerar um aumento de € 850 bilhões em circulação na economia no mesmo período, além de melhorar a qualidade dos serviços públicos e expandi-los. Estudo da própria UE indica que o uso de banda larga no setor público pode gerar uma economia de € 176 bilhões.

 

Entre a continuidade e a análise de resultados

Nas cidades em que houve troca de prefeitos, fica sempre a dúvida se os projetos de Cidade Digital antes em curso vão ser mantidos, alterados, expandidos ou cancelados. O Guia das Cidades Digitais consultou seis municípios, de seis Estados diferentes, para saber como eles estão lidando com a questão. Saiba quais são os planos de Belo Horizonte (MG), Tauá (CE), Tarumã (SP), Vacaria (RS), Paulo Afonso (BA) e São José dos Pinhais (PR).

 

Consultores defendem continuidade

Se o problema da maioria dos programas e obras governamentais é falta de continuidade, com os projetos de Cidades Digitais não é diferente. Seja por motivos financeiros ou conceituais, consultores acreditam que a melhor opção dos novos prefeitos seria manter os projetos de digitalização das gestões anteriores, apesar de reconhecerem que algumas prefeituras, quando não fazem uma análise aprofundada, tendem a enxergar os projetos como gasto puro e simples.

 

Veja que cidades digitais trocaram ou mantiveram prefeitos

Dentre os municípios cujas iniciativas já foram abordadas em matérias do Guia das Cidades Digitais, 20 elegeram novos prefeitos, enquanto a maioria, 32, reelegeu os governantes anteriores. Entre as cidades que mantiveram seus prefeitos, Porto Alegre (RS) e Parintins (AM) são dois dos principais exemplos de digitalização do país. Entre as que trocaram de comando, Belo Horizonte chama atenção: o projeto de R$ 4,5 milhões será mantido e ampliado pela nova gestão.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   [158]   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: