Mercado » Setor Público


Edital de Cidades Digitais sai em outubro, garante o Minicom

Até o final de outubro, o edital de Cidades Digitais prometido pelo Ministério das Comunicações (Minicom) deverá sair do papel. Quem informa é o coordenador de projetos especiais do Minicom, Carlos Paiva, que participou na manhã desta quinta-feira do Fórum Nacional de Cidades Digitais, que está sendo realizado nos dias 1 e 2 de outubro, em Brasília (DF). Segundo Paiva, a audiência pública sobre o assunto, ocorrida em 30/09, foi um pedido de empresas e instituições do setor e, por isso, o edital, que estava prometido para agosto, foi adiado um pouco mais. As 17 empresas e/ou associações de operadoras participantes da audiência têm até o dia 13 de outubro para encaminhar sugestões ao texto do edital. A expectativa, segundo o representante do Minicom, é que o texto final seja concluído até 15 de outubro e submetido ao ministro Hélio Costa no mesmo dia.

 

Rede pública nacional de banda larga custará R$ 1,1 bilhão

O governo calcula em R$ 1,1 bilhão o custo para iluminar a rede pública nacional de banda larga, a ser estruturada com as fibras ópticas da Eletronet ou com redes de estatais como Chesf, Petrobras e Furnas. Parte do dinheiro já está na Telebrás, que precisa apenas de um ato do presidente Lula que a autorize a gerenciar a rede. O restante deve vir por intermédio de suplementação de recursos, via o Orçamento de 2010 ou em decretos.

 

MCT inaugura Rede Metropolitana de Curitiba

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) inaugurou a Rede Metropolitana de Curitiba, que conecta 14 instituições em velocidade de 1 Gbps e tem 110 km de extensão. Os investimentos para sua implementação foram da ordem de R$ 1,5 milhão.

 

Serpro adapta para municípios solução de nota fiscal eletrônica

A nota fiscal eletrônica (NF-e) adaptada para municípios é uma das soluções baseadas em software livre que o Serpro apresentará no I Fórum Nacional de Cidades Digitais, evento que acontece na capital federal nos dias 1 e 2 de outubro. Segundo o presidente do Serpro, Marcos Mazoni, os municípios que optarem pela NF-e precisarão desembolsar apenas os custos de operação, sem nenhuma necessidade de investimento.

 

Rede pública nacional de banda larga vai sair do papel

O governo decidiu que irá mesmo estruturar uma rede pública nacional de banda larga. O assunto foi definido em reunião na terça-feira, 15/9, da qual participaram o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ministros e secretários do Comitê Gestor do Programa de Inclusão Digital e representantes de agências como Anatel e Aneel, além do BNDES. O plano principal passa pela reativação da Telebrás e o uso da Eletronet.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   [143]   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: