Mercado » Setor Público

À espera de definições
O que os municípios ainda querem saber sobre o PNBL

O Plano Nacional de Banda Larga decretou-se realidade, a Telebrás renasceu e tende a ser de novo empresa grande e, para completar, o Fórum Brasil Conectado, instalado dia 23, promete polarizar e tentar resolver muitos dos debates que dizem respeito à expansão da banda larga no Brasil. Neste contexto de grandes planos, grandes empresas e grandes anúncios, como ficam e o que estão achando os municípios, especialmente os pequenos, onde a inclusão digital se dá na ponta, atingindo diretamente o cidadão? E mais: o que pensam sobre o PNBL, o que ainda querem saber e que demandas e sugestões ainda não viram contempladas? O Guia das Cidades Digitais ouviu alguns desses municípios para entender suas dúvidas.

 
Passos iniciais
PNBL: Fórum elege critérios para a escolha das 100

O Fórum Brasil Conectado começou a acertar os critérios para a seleção das primeiras 100 cidades, além de 15 capitais e do Distrito Federal, que serão atendidas pela rede públicas de fibras óticas. Entre as prioridades, estão cidades com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e menor densidade que já contem com algum projeto elaborado de inclusão digital.

 
Expectativa
PNBL: Telebrás quer prioridade para definição das primeiras 100 cidades

Durante o II Fórum das Cidades Digitais, realizado em Brasília, o presidente da Telebrás, Rogério Santanna, disse esperar que o Fórum Brasil Digital, a ser instalado no próximo dia 23 − possivelmente com a presença do presidente Lula −, comece a definir os critérios para a seleção das 100 primeiras cidades do país a serem conectadas dentro do Plano Nacional de Banda Larga.

 
Mais agilidade e arrecadação maior
Prefeitura do Rio adota sistema de execução fiscal eletrônica

A prefeitura do Rio de Janeiro e o Tribunal de Justiça (TJ) assinaram convênio para a implantação do Projeto de Execução Fiscal Eletrônica no município. A iniciativa vai acelerar o processo de cobrança de devedores de impostos municipais e permitirá o acompanhamento das ações pela internet. O objetivo é, além de tornar mais rápido o serviço, aumentar a arrecadação.

 
Troca de documentos
Sedes da Copa no Brasil podem ser as primeiras a receber a nova carteira de identidade

Apesar do ritmo ainda lento de definição sobre o Registro de Identidade Civil, já existe uma meta que pretende agilizar a emissão dos cartões de identificação no país: a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. O objetivo é utilizar o evento como incentivo para que os governos federal e estaduais acelerem os entendimentos e a implantação dos sistemas exigidos para a troca de documentos.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   [126]   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: