Mercado » Setor Público

Reclamações
e-Gov: Governo falha na comunicação e na oferta dos serviços no Brasil

Apenas 35% da população brasileira utiliza os serviços públicos via Internet, sendo que a maior parte que já usufruiu da facilidade o fez em apenas um ou dois serviços, revela a pesquisa “TIC Governo Eletrônico” do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação, divulgada no início do mês. Entrevistados reclamam da dificuldade de encontrar serviços e da ausência de retorno às solicitações.

 
Opção para mais pobres
Pesquisa: sem lan houses, inclusão digital falha no Brasil

A 1ª edição da pesquisa TIC Lan Houses 2010, conduzida pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br) comprova que boa parte dos acessos à Internet no país ainda acontece nesses estabelecimentos, especialmente, nas áreas de menor poder econômico. E ratifica que a maior parte das lan houses é informal e precisa encontrar outros meios de sustentabilidade financeira.

 
Edital de licitação
Audiência pública vai debater ampliação do Gesac em 13 mil pontos

O Ministério das Comunicações realiza, em 14 de dezembro, audiência pública para dirimir eventuais dúvidas e receber sugestões para o edital de licitação que reforça o Gesac em mais 13 mil pontos de acesso. O programa conecta gratuitamente telecentros, escolas em zonas rurais e áreas de difícil acesso em todo o país. Os 13 mil pontos atendem em sua maioria bibliotecas municipais e unidades do Telecentros.BR.

 
Adiamento
PNBL: meta das 100 primeiras cidades fica para abril de 2011

Os atrasos nas licitações de equipamentos já levou a Telebrás a considerar uma nova data para a conclusão da primeira etapa do Plano Nacional de Banda Larga - as conexões nas 100 primeiras cidades escolhidas. Inicialmente previstas para o fim deste mês, as conexões só devem estar disponíveis em todas as cidades em abril do ano que vem. Mas a Telebrás espera garantir as primeiras ligações ainda este mês.

 
Censo aponta fraquezas
Estrutura das páginas governamentais é barreira ao projeto de dados abertos

Apesar da intenção de levar para a internet todos os dados disponíveis em órgãos públicos, o governo tem um grande trabalho pela frente para fazer com que as informações sejam acessíveis a todos. Censo sobre as páginas governamentais, feito pelo Comitê Gestor da Internet e o consórcio W3C, mostra pouca aderência aos padrões HTML e predominância de documentos em formatos que não permitem o uso dos dados.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   [112]   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: