Mercado » Setor Público

Avaliação clínica remota
Rede de telemedicina chega a 160 instituições no país

A Rede Universitária de Telemedicina (Rute), projeto que promove a integração das atividades de telessaúde no país, inaugurou nesta semana mais três unidades, na Bahia, Paraíba e Rio de Janeiro. Em todo o país já são 160 instituições beneficiadas pelo projeto. As instituições que fazem parte do programa são beneficiadas com equipamentos, conexão em banda larga e adequação de salas de videoconferência.

 
Inovação
CNPq e MEC lançam edital para estimular a inclusão digital

O CNPq, a CAPES e a Secretaria de Educação a Distância do Ministério da Educação (SEED/MEC) lançaram edital que investirá R$ 5 milhões em projetos que fomentem inovações e diferentes estratégias, ações e parcerias no âmbito do Programa Um Computador Por Aluno (PROUCA). As propostas devem ser encaminhadas ao CNPq exclusivamente via Internet, até o dia 7 de fevereiro de 2011.

 
Iniciativas inovadoras
Tendência de uso de novas tecnologias no poder público é de crescimento

Tobias Wegenast, diretor de Tecnologias de Informação e Comunicação da consultoria Macroplan, acredita que o uso das TICs no poder público deve crescer nos próximos anos. Para ele, que é mestre em ciências políticas pela Universidade Livre de Berlim, na Alemanha, as prefeituras precisam também se adequar à nova realidade e não é falta de recursos o que impede a implementação de projetos inovadores.

 
Nações Unidas
Sites brasileiros são destaque em pesquisa internacional

O site brasileiro LeXM, mantido pelo Senado, e o E-Democracia, da Câmara, receberam destaque em um recente relatório das Nações Unidas sobre o uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) por parlamentares de todo o mundo. De acordo com o relatório, o LexML é um exemplo a ser seguido, dado o impacto gerado no Legislativo brasileiro. Foram consultadas 134 câmaras e senados de 109 países.

 
Largada
PNBL: Telebrás começa a cadastrar prefeituras e provedores

A Telebrás já começou a cadastrar prefeituras e provedores interessados em participar do Plano Nacional de Banda Larga. Na página da estatal na internet, é possível baixar formulários para informar a conexão desejada e a infraestrutura necessária. O PNBL atenderá tanto aqueles municípios que já dispõem de uma rede de fibras ópticas e têm interesse em interligá-la ao backbone nacional da Telebrás quanto os que quiserem contratar a estatal para a implementação da rede. Já os provedores poderão firmar contratos com a Telebrás para a compra de conexões no atacado.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   [111]   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: