Mercado » Setor Público

Tecnologia educacional
MEC desenvolve aparelho multimídia que deve chegar a 20 mil escolas este semestre

Projetor, computador, televisão, aparelho de som, microfone e DVD. Um só aparelho, desenvolvido pelo Ministério da Educação, em parceria com as universidades federais de Pernambuco e de Santa Catarina, substitui todos esses equipamentos citados pelo preço unitário de R$ 1,4 mil. O projetor ProInfo será produzido pela mesma empresa responsável pelas urnas eletrônicas usadas pelo Tribunal Superior Eleitoral.

 
Compromisso
Presidente Dilma fala em acelerar inclusão digital

Em seu primeiro pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, a presidente Dilma Roussef afirmou a necessidade de aumentar o número de brasileiros com internet de alta velocidade. A fala vem dias depois de o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, dizer que o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), cujo objetivo é baratear o acesso à rede acesso à rede mundial de computadores, terá início em maio.

 
Principais equipamentos
Telebrás contrata a rede que irá atender o Plano Nacional de Banda Larga

A Telebrás já contratou os principais equipamentos de rede para implementação do backbone que viabilizará a conexão com banda larga de 4.283 municípios até 2014. A estatal assinou com a empresa Medidata o contrato para o fornecimento da solução principal da rede IP. Este será o núcleo que vai congregar os links de comunicação e equipamentos mais robustos para o roteamento de tráfego concentrado da rede.

 
Serviços de telecomunicações
Brasil poderá ter quatro novos satélites geoestacionários

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou a realização de consulta pública sobre a proposta de edital de licitação que permitirá o lançamento de até quatro satélites geoestacionários brasileiros. Os novos satélites contribuirão para o melhor atendimento das demanda futuras por serviços de telecomunicações no País, como as decorrentes de eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

 
Questão pendente
Telebrás encomenda roteadores, mas ainda depende das fibras da Eletrobrás

A Telebrás assinou o quarto contrato de equipamentos para a implantação da rede de fibras óticas do Plano Nacional de Banda Larga. Mas ainda depende de um acerto com a Eletrobrás sobre o uso das fibras do setor elétrico, sem o qual não é possível emitir as ordens de serviço para a instalação dos equipamentos. A questão pode atrasar o cronograma de implantação do PNBL, inclusive nas 100 primeiras cidades.

 
« <   1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   [104]   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152   153   154   155   156   157   158   159   160   161   162   163   164   165   166   167   168   169   170   171   172   173   174   175   > »

«Voltar



Apoio: