Mercado » Dados e pesquisas

Entre 133 países
Brasil é o 83º do mundo em velocidade média da Internet

A velocidade média da Internet no Brasil é de 2,7 Mbps, segundo relatório trimestral da Akamai recém-divulgado, referente aos três últimos meses de 2013. Considerando-se os 133 países avaliados para esta nova edição do relatório “State of Internet”, a média global é de 3,8 Mbps. O resultado coloca o Brasil na 83a posição nesse ranking, praticamente onde estava no trimestre anterior, 84a.


 
Atrás do Uruguai, Chile e Argentina
Banda larga: Brasil ocupa a 44ª. posição

A Qualcomm realizou um estudo, batizado de Índice Qualcomm da Sociedade da Informação, para analisar os dados de conectividade do Brasil e do México com outros 72 países. O levantamento constatou que ainda é necessário um investimento pesado em infraestrutura. No ranking global, o Brasil aparece na 44ª posição em conectividade, ficando atrás do Uruguai, Argentina e Chile. 

 
Estudo TIC Saúde 2013
TI ainda está distante dos pacientes no sistema de saúde

Embora o uso de computadores e Internet seja comum na gestão de estabelecimentos de saúde de médio e grande portes, ainda há pouca aplicação na atividade-fim, principalmente nas pequenas unidades de atendimento. Outra lacuna é a falta de capacitação, segundo os médicos e enfermeiros participantes do estudo TIC Saúde 2013, a primeira pesquisa do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (CETIC.br) sobre o setor. Em uma amostragem de 1.484 médicos e 2.696 enfermeiros, de estabelecimentos públicos e privados, 83% dos médicos e 72% dos enfermeiros consideram a falta de prioridade das políticas públicas como barreira à implantação das TIC; 75% dos médicos e 71% dos enfermeiros consideram a falta de treinamento um inibidor do uso de sistemas; e a falta de prioridade das políticas internas do estabelecimento também é apontada por médicos (70%) e enfermeiros (66%).

 
Objetivo é facilitar o planejamento e execução de políticas públicas
Site fornece dados abertos sobre a economia brasileira

Os números são grandes, assim como suas utilidades. Com cerca de 100 milhões de formas de visualizar dados do setor formal da economia brasileira, o Dataviva, site desenvolvido pelo governo de Minas Gerais em parceria com o Massachusetts Institute of Technology (MIT), coloca-se como a maior fonte mundial de informações econômicas e governamentais abertas e pode ser utilizado para planejar investimentos públicos e privados, além de conhecer melhor a produção nacional. Lançado no fim de 2013, a página reúne aplicativos e um banco de dados de todos os municípios do Brasil, produzindo conhecimento sobre as atividades produtivas locais. Gratuita e construída em código aberto e financiado com R$ 1,2 milhão da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), a ferramenta visa promover o desenvolvimento nacional por meio de organização de dados públicos de modo a facilitar sua leitura e compreensão.

 
Maior a cidade, maior a oferta
Ipea: Acesso à banda larga cresce, mas desigual

O acesso à internet em banda larga tem crescido rapidamente, mas a desigualdade no uso da infraestrutura chegou a aumentar no Brasil, diz recente estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A falta de competição no mercado de provimento de conexão é apontada como principal causa da disparidade. Quanto maior uma cidade, maior também é a chance de ela ter mais oferta de serviços de acesso à rede mundial de computadores.

 
« <   1   2   3   4   5   [6]   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   > »

«Voltar



Apoio: