Roteiro de compras » Equipamentos » Provedores têm nova alternativa para áreas sem conectividade

Provedores têm nova alternativa para áreas sem conectividade

Taxas de até 200 Mbps, sincronização por GPS e utilização de frequências não licenciadas são algumas das características da tecnologia ePMP, apresentada pela Agora Telecom aos provedores reunidos no VII Encontro Nacional da Associação Nacional para a Inclusão Digital (Anid). “Há muitos provedores regionais que não deixam a desejar às operadoras em relação a capacidade de serviços. Todavia, para atender ao mercado, precisam de banda”, resume Iuri Britto, gerente regional de soluções em conectividade da Agora.

Os novos enlaces de rádio da Cambium Networks operam entre 5,4 GHz e 5,8 GHz e contam com sincronismo por GPS (que evita transmissões simultâneas, interferências e latência no canal). “Há provedores que oferecem planos de 150 Mbps de download e 50 Mbps de upload (para pacotes de vídeo, telefonia e Internet), porque o rádio permite segregação de canal e de Qualidade de Serviço. O recurso primordial é o sincronismo, que permite explorar ao máximo o espectro disponível. Hoje temos clientes com clusters de seis rádios em uma torre”, diz Britto.

A tecnologia ePMP é proprietária e exclusiva da Cambium. Trazida ao Brasil no final do ano passado pela Agora Telecom, já tem implementações de referência, como na Cizol, um provedor que atua no sul da Bahia e região soteropolitana, com serviços de Internet e videomonitoramento. “É um cliente que nos faz extrair o máximo da capacidade do rádio”, observa Britto. Entre os enlaces cobertos pelos novos rádios ponto-multiponto, um deles passa sobre a Baía de Todos os Santos, uma conexão de 65 km, com antenas direcionais, a 100 Mbps.


Data: 25 de agosto de 2014
Autor: Vanderlei Campos

«Voltar



Apoio: