Roteiro de compras » Serviços » NEC oferece inovação às administrações públicas

NEC oferece inovação às administrações públicas

Apostando que as novas tecnologias são essenciais para as administrações públicas enfrentarem os desafios de gerir cidades em que os cidadãos estão cada vez mais conectados, a NEC oferece soluções de ponta implantadas em projetos no país e no exterior. A empresa apoia governos municipais e estaduais na interligação de prédios públicos, disponibiliza Wi-Fi para uso interno e pela população e produz sistemas de monitoramento, além de montar centros de operação.

“Os administradores públicos precisam utilizar-se cada vez mais de tecnologia para gerir suas cidades, informar-se mais rápido sobre problemas ou potenciais problemas, acompanhar o andamento dos processos internos e saber onde seus recursos estão para poder distribuí-los de forma mais eficaz. E precisam trabalhar com dados históricos e projeções para terem um melhor planejamento”, observa o gerente da unidade de Smart Cities da empresa no Brasil, Alexandre Nakamura.

Em Minato-Mirai, zona urbana da cidade de Yokohama, no Japão, país de origem da NEC, ela implantou projeto para tornar a localidade mais eficiente e segura. O uso de energia pôde ser otimizado e foram adotadas tecnologias que substituem o uso de fiação. Além disso, a cidade se tornou mais preparada para atuar frente a desastres naturais, ao contar com sensoriamento e processamento de informações para monitorar e alertar a população.

Esse é um dos exemplos que Nakamura aponta para demonstrar como o poder público pode se beneficiar ao investir em TICs. “É possível ter uma resposta mais rápida aos eventos, gerenciar melhor a solução de problemas, compartilhar recursos públicos de uma maneira mais efetiva e gerar informações necessárias para o planejamento da cidade”, constata.

Implantação de centros de operação

Nakamura recomenda que gestores municipais apostem na instalação de centros de operação. Essa estrutura permite monitorar e gerenciar os principais serviços públicos, estabelecendo um processo mais fluido e envolvendo as áreas competentes. Com base em experiências em projetos no exterior, a empresa oferece as Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) necessárias para gerir eventos, estabelecer comunicação entre diversos órgãos, conectar câmeras de diferentes origens e localizar veículos e pessoas, por exemplo.

Segundo o gerente da NEC, para implantar um centro de operações, é necessário um bom planejamento e investimento adaptável ao orçamento da cidade. “As soluções são modulares. É possível começar com pequenas iniciativas. Mas, para uma cidade de grande porte, considerando-se um longo prazo e dependendo da prioridade para os cidadãos, o investimento deverá ser da ordem de algumas dezenas de milhões de reais”, afirma.

Em projetos como esse, a empresa faz a integração das TICs, como servidores, switches, computadores, câmeras, cabeamento etc. Dependendo do escopo, pode ser necessário investimento da administração pública em infraestrutura civil, como prédios ou salas; energia, com geradores ou banco de baterias; e mobiliário.

Foco em inovação

Ao implantar projetos voltados para governos, a empresa espera oferecer inovação. As administrações públicas, em contrapartida, devem rever processos e investir em treinamentos. Dessa maneira, a NEC espera contribuir para que as cidades sejam mais seguras, eficientes e igualitárias, melhorando a vida das pessoas.

“Uma vez implantadas, as soluções tornam-se irreversíveis, pois trazem agilidade e informações impactantes tanto para os administradores como para os cidadãos”, analisa Nakamura, acrescentando que a redução do tempo de resposta dos órgãos públicos é um dos principais resultados percebidos pela população.

Baseado nos resultados que a adoção das TICs proporciona às administrações públicas, Nakamura pondera que o investimento nesses recursos é inevitável. Atualmente, a empresa atua para o aculturamento dos administradores e em projetos básicos. “Contudo, no médio prazo, a tendência é debatermos os grandes conceitos de cidades inteligentes, independentemente do porte da cidade”, planeja.

Para conhecer as soluções da NEC e entrar em contato, acesse o site da empresa.

Data: 16 de janeiro de 2015
Autor: Gabriela Bittencourt

«Voltar



Apoio: