Especial Segurança Pública » Com foco na Copa, Mato Grosso implementa projeto para otimizar a operação dos órgãos de segurança

Com foco na Copa, Mato Grosso implementa projeto para otimizar a operação dos órgãos de segurança

 

Um dos estados que receberão os jogos da Copa do Mundo de 2014, Mato Grosso investe em iniciativa para prevenir crimes e atuar ante ocorrências em pontos estratégicos da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá e entorno. A Secretaria de Segurança Pública (SESP), em parceria com a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (SESGE), trabalha na implantação do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR).

O atual Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Mato Grosso (Ciosp) será reformado para se tornar um grande Centro de Comando e Controle. “No CICCR irão funcionar o monitoramento, atendimento, despacho e sala de crise. No período dos jogos, estarão concentradas todas as entidades de segurança pública que vão comandar a operação nas ruas, contando com as câmeras instaladas em pontos estratégicos e as tecnologias de comunicação que serão implantadas no CICCR”, informa o coordenador do Ciosp, o tenente-coronel da Polícia Militar do Mato Grosso Eduardo Henrique de Souza.

Atualmente, 72 câmeras de alta definição monitoram, durante 24 horas, as cidades de Cuiabá e Várzea Grande. Programado para ser concluído até o final de 2013, o projeto prevê a instalação de mais 200 câmeras até a Copa, beneficiando outros quatro municípios no entorno da capital – Santo Antonio de Leverger, Barão de Melgaço, Chapada dos Guimarães e Poconé.

Além desses equipamentos, para garantir o monitoramento dos pontos estratégicos destas cidades, o projeto do CICCR envolve a implantação de recursos como:

Sistema de videomonitoramento em alta resolução

Radiocomunicação digital

Sistemas informatizados de comando e controle

Controle de imagem aéreo

Infraestrutura redundante de comunicação

Geradores e nobreaks duplicados

Sala-cofre

“Várias dessas soluções escolhidas para o CICCR já vinham sendo estudadas, algumas delas já implementadas mesmo antes de o Brasil ser escolhido para sediar a Copa do Mundo”, afirma, acrescentando que, até o evento esportivo, a meta é triplicar o número de postos de despachos e monitoramento, passando de oito para 24. 

O tenente-coronel da Polícia Militar do Mato Grosso comenta que o Estado tem o compromisso de assegurar o melhor atendimento em segurança durante a Copa de 2014. Dessa maneira, o objetivo do projeto é contribuir para melhorar a qualidade das informações necessárias para a operação dos órgãos de segurança pública, Defesa Civil e Saúde (SAMU), beneficiados pela implantação do CICCR.

“O trecho que compreende áreas como aeroporto, hotéis, centro de treinamento e a Arena Pantanal [onde serão realizados os jogos em Cuiabá] terá 100% de cobertura das câmeras. Ou seja, as delegações, ao desembarcarem no aeroporto e por todo o percurso e nos locais oficiais da Copa, contarão com o monitoramento dos recursos do CICCR”, afirma.

Com base nos investimentos previstos, o tenente-coronel da PM afirma que o projeto contribuirá para os órgãos de segurança, Defesa Civil e Saúde não apenas no período dos jogos. “Estamos trabalhando para termos o melhor atendimento durante a Copa. Mas esse investimento deixará um legado muito interessante para as cidades do estado”, aposta.

 

Data: 21 de novembro de 2012
Autor: Gabriela Bittencourt

«Voltar



Apoio: