Mercado » Prêmios » BID premia iniciativas de Vitória e do Mato Grosso do Sul

BID premia iniciativas de Vitória e do Mato Grosso do Sul

Banco aponta parcerias da secretaria de educação do MS e da prefeitura capixaba com o setor privado como exemplos de uso das TICs para a inclusão social

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) apontou iniciativas do estado do Mato Grosso do Sul e de Vitória (ES) como exemplos de parcerias entre o setor público e o privado no uso de tecnologias da informação e da comunicação (TICs) para a inclusão social. Sul-matogrossenses e capixabas receberam o Prêmio Gobernarte 2014, que busca reconhecer programas públicos com a participação da sociedade civil e do empresariado na América Latina e no Caribe.

Mato Grosso foi o vencedor na categoria “aliança com o setor privado a nível estadual” pelo projeto “Geekie Games”. Nele, os estudantes da rede pública e privada do estado podem se preparar para o Enem em uma plataforma online que oferece textos, videoaulas, simulados e jogos educativos. Os professores podem acompanhar o desempenho dos alunos cadastrados e debater resultados em sala de aula. O site ainda oferece conteúdo personalizado, de acordo com erros e acertos, e faz uma projeção de qual universidade aceitaria o aluno com a nota que ele tirou.

"A ferramenta funciona como um professor particular. Se o aluno tem dinheiro, ele paga um professor, que monta um plano de estudos para ele. Mas a grande maioria não tem dinheiro e vai ficando para trás, perde a motivação e é difícil recuperar. Na Geek, não queremos deixar ninguém para trás", disse o co-fundador da plataforma, Claudio Sassaki, à Agência Brasil.

Em 2013 e 2014 o projeto foi realizado em conjunto com a Secretaria de Educação de Mato Grosso do Sul e outros 10 estados. Só no estado do centro-oeste,14 mil jovens utilizaram a ferramenta, que contou com apoio de fundações empresariais e diferentes marcas. O poder público não precisou gastar com a iniciativa.

Vitória

Já Vitória foi eleita na categoria “aliança com o setor privado a nível municipal” pela implantação do prontuário eletrônico em seu Portal de Serviços, com o software “Rede Bem Estar”. Iniciado em 2008, o projeto interliga as unidades de saúde, como farmácias, laboratórios, consultórios etc, em apenas um sistema.

A modernização, feita em parceria com empresas privadas, torna o atendimento mais rápido e eficiente, pois profissionais podem consultar o histórico do paciente online e passar receitas eletrônicas, com uma assinatura digital. A base de dados do sistema conta atualmente com 450 mil prontuários, que poupam uma quantidade considerável de papel para o poder público.

As iniciativas foram escolhidas em meio a cem inscritas por especialistas em administração pública e tecnologia. Nas categorias de parcerias com a sociedade civil, venceu a estratégia integral para conservar a tranquilidade do estado mexicano de Colima e a “Democracia online” da prefeitura de Santiago de Cali, na Colômbia, em parceria com a ONG Ciudadanos Activos.

Data: 12 de fevereiro de 2015
Autor: Marcelo Medeiros

«Voltar



Apoio: