Mercado » Eventos » 36o Seminário Nacional de TIC para Gestão Pública será realizado em Tocantins

Secop 2008 será realizado em Tocantins

Evento reúne especialistas em governo eletrônico e uso de TICs na administração pública para três dias de debates na capital do Estado, Palmas

De 27 a 29 de agosto acontece, no Centro de Convenções Parque do Povo, em Palmas, capital do Tocantins, o 36o Seminário Nacional de TIC para Gestão Pública (Secop 2008). O evento, realizado anualmente, reúne gestores municipais e estaduais de todo o País para discutir o uso de novas tecnologias na administração de cidades e estados. O Secop oferece oficinas e palestras com especialistas em tecnologia e gestão, voltadas principalmente para práticas de governo eletrônico ao cidadão.

Organizado pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep), o Secop terá, na edição 2008, palestrantes como Gilberto Dimenstein, jornalista e colunista do jornal Folha de S. Paulo, um dos maiores especialistas em Direitos Humanos e ações sociais do País, e André Luiz Pacheco, instrutor de Auditoria da Tecnologia da Informação do Tribunal de Contas da União (TCU).

O evento também contará com diversos cases. Orion Borba, assessor de Pesquisa e Desenvolvimento do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (CIASC) vai apresentar o sistema de consulta de preços desenvolvido no estado do Sul. A novidade permite ao cidadão comparar, via internet, valores praticados no comércio local. Atualmente, o sistema consulta preços de supermercados, mas a idéia é estender a busca a remédios e materiais de construção.

Outra palestra que deve atrair um bom público, principalmente aquele vindo de regiões com grandes criações de animais, é a de Vagner Cassol, coordenador de Tecnologia da Informação da Agência de Defesa Agropecuária de Tocantins. Cassol abordará o uso feito pelo governo estadual da informatização das Guias de Trânsito de Animais, documentos necessários para controlar a sanidade de animais e seu deslocamento pelo território.

Atualmente, Tocantins possui sete milhões de bovinos pastando em suas terras e, por isso, recentemente firmou termo de cooperação com o governo do Paraná a fim de utilizar o software que gerencia as guias de trânsito. A experiência, considerada bem-sucedida no estado, utiliza PDAs (sigla de Personal Digital Assistants, espécie de computadores de mão) para monitorar fazendas e animais.

Do Nordeste vem o caso da “abordagem multicritério de priorização de projetos de governo eletrônico para o cidadão”. Mônica Maria Leal Canedo, consultora da Gerência de Relacionamento do Governo Digital da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI) de Pernambuco, vai apresentar um modelo teórico de agência de regulação que está sendo aplicado no estado nordestino. Mônica será acompanhada por Maria Ângela de Freitas, técnica-reguladora da Agência de Regulação de Pernambuco (Arpe).

Evento é realizado pela primeira vez na região Norte

A expectativa para a realização do Secop é grande em Tocantins. Pela primeira vez, o evento acontece em um estado da região Norte. “Antes ele era muito concentrado no eixo Rio-São Paulo-Minas-Sul”, afirma Marcos Tiago Parreira, um dos organizadores. “Nosso estado ainda é novo, mas já está assumindo posição de que a tecnologia da informação é um instrumento de fortalecimento da gestão e da política social. Por isso temos um foco tecnológico forte para não passarmos por problemas típicos de outras unidades da federação. A realização de um encontro desse porte no Tocantins só fortalece essa opção”, diz.

A organização do evento espera que cerca de 400 pessoas circulem diariamente pelo Centro de Convenções Parque do Povo. Durante a cerimônia de abertura, será entregue o VII e-Gov - Prêmio Excelência em Governo Eletrônico, cujo objetivo é incentivar o desenvolvimento de iniciativas de governo eletrônico.

O Secop é realizado anualmente desde 1973, quando ainda se chamava Seminário de Coordenação em Processamento de Dados. Em 1986, foi batizado com o atual nome e, seis anos depois, passou a ser organizado pela Abep.

As inscrições para o Secop 2008 podem ser feitas até 25 de agosto no site do evento e custam R$ 500 para profissionais e R$ 50 para estudantes. O valor dá direito, além de acesso a todas as atividades, a kit com material de apoio, brindes e certificado de participação. A programação completa do Secop também pode ser conferida no site do evento.

Prêmio e-GOV será entregue na cerimônia de abertura

Na abertura do 36o Seminário Nacional de TIC para Gestão Pública (Secop 2008), será entregue o VII Prêmio de Excelência em Governo Eletrônico (Prêmio e-Gov). A premiação visa a incentivar o desenvolvimento de projetos e soluções voltadas para o governo eletrônico nas administrações públicas federais, estaduais e municipais.

Promovido pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep) e pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, o prêmio e-Gov foi criado em 2002. Nesta edição, concorrem 24 iniciativas de governo eletrônico em três categorias: Governo Para Governo, Governo Para Cidadão e Governo Para Negócios.

São Paulo é o estado com o maior número de finalistas: oito. O Rio Grande do Sul vem logo atrás, com cinco projetos concorrendo ao grande prêmio. Clique aqui para conhecer os finalistas.

No ano passado, o Sistema de Marcação de Consultas, Serviços e Regulação de Leitos Hospitalares do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc) recebeu o Prêmio de Excelência em Governo Eletrônico. Clique aqui para conhecer os premiados de 2007 por categoria.

Data: 14 de agosto de 2008
Autor: Marcelo Medeiros

«Voltar



Apoio: