PRODERJ IN COMPANY apresenta as novidades do mercado tecnológico

O Proderj promoverá nos dias 9 e 10 de setembro, na sede do Startup Rio, o evento Proderj In Company, com o objetivo de apresentar o que existe de mais moderno no mercado de TIC. Durante os dois dias do encontro serão realizadas palestras, painéis e haverá uma intensa troca de experiências com cases de sucesso, além de uma área de expositores onde os fornecedores, consultores e empresas do programa Startup Rio farão demonstrações e apresentarão seus produtos.

- O setor de TIC é muito dinâmico. Vivemos hoje em um mundo cada vez mais tecnológico e conectado, onde as empresas investem em sistemas e programas de computador que possam gerar produtividade e reduzir custos. Essa é, sem dúvida, uma área que cresce constantemente. Atento a isso, o Proderj promove esse evento para oportunizar o conhecimento do que existe de mais moderno no mercado de TIC, afirma o presidente do Proderj, Antônio Bastos. 

Cidades sustentáveis: O Brasil precisa olhar o futuro e definir seu papel

Usar a infraestrutura de comunicações para tornar a vida nas grandes cidades -onde há uma aglomeração de brasileiros - é o desafio que se impõe ao Brasil, observou Bruno Ramos, diretor regional das Américas da União Internacional de Telecomunicações, ao participar da 15ª Rio Wireless, realizada nos dias 06 e 07 de maio, no Rio de Janeiro.

 

Por que ser uma Cidade Digital

 

Como construir uma Cidade Digital

Mercado

 

Mercado

Mercado

 

Mercado

 

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios
IBGE: cresce acesso à internet pelo celular

O telefone celular passou a ser a segunda forma de acesso à internet mais comum do Brasil, mostra pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2013, divulgada recentemente. A principal ainda é o computador pessoal, ligado à banda larga fixa. Segundo os dados, quase metade das residências (48%) tinha acesso à rede mundial de computadores, percentual ainda bem abaixo da média europeia (próxima a 75%) e das Américas (56%). Delas, 88,4% tinham em desktops e laptops a forma de se conectar, e 53,6% utilizam também o celular. O tablet estava presente em 17,2% dos domicílios.  A representatividade dos aparelhos móveis aponta uma tendência de individualização do acesso. É a primeira vez que uma PNAD aponta residências que utilizam apenas redes móveis como forma de conexão à internet – 11,6%.

IoT é a terceira onda no desenvolvimento da internet
Rio Wireless chega à 15ª edição tendo como tema central a Internet das Coisas

Em sua 15ª edição, a Rio Wireless, conferência que coloca em pauta temas de relevância no âmbito das telecomunicações, teve como tema principal “Internet das coisas nas cidades conectadas”. O evento continua com seu propósito de trazer ao debate as tendências do setor. Durante essa edição, que aconteceu no Rio de Janeiro nos dias 6 e 7 de maio, o foco foi a transformação imposta pela internet sobre os negócios e seus impactos em todas as áreas, incluindo as cidades. Como afirma Carlos Calazans, diretor-geral da Network Eventos, empresa que promove a conferência, a Internet das Coisas (IoT, na sigla  em inglês) configura-se como a terceira onda no desenvolvimento da internet e estará cada vez mais presente no cotidiano.



Apoio: