Cidades sustentáveis: O Brasil precisa olhar o futuro e definir seu papel

Usar a infraestrutura de comunicações para tornar a vida nas grandes cidades -onde há uma aglomeração de brasileiros - é o desafio que se impõe ao Brasil, observou Bruno Ramos, diretor regional das Américas da União Internacional de Telecomunicações, ao participar da 15ª Rio Wireless, realizada nos dias 06 e 07 de maio, no Rio de Janeiro.

Troca de ideias sobre políticas públicas
Plataforma Brasil utilizará redes sociais para propor leis

Um novo site pretende ajudar a aprimorar o nível do debate em torno da política nacional e fazer propostas concretas para sua melhoria. Inspirado nas discussões acerca do Marco Civil da Internet, que contaram com ampla participação popular por meio da internet e geraram uma lei considerada como uma das mais avançadas do mundo, a Plataforma Brasil quer trazer pessoas comuns para dentro da troca de ideias que origina políticas públicas. Iniciativa do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS Rio), o site Plataforma Brasil foi ao ar no início de maio já com um chamado para a discussão sobre a reforma política, que inclui temas como financiamento partidário e forma de eleição de deputados. “Nosso objetivo é criar uma infraestrutura aberta na internet para promover a formulação de políticas públicas no país”, resumem os fundadores, que garantem não ter vínculos partidários.

 

Por que ser uma Cidade Digital

 

Como construir uma Cidade Digital

Mercado

 

Mercado

Mercado

 

Mercado

 

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios
IBGE: cresce acesso à internet pelo celular

O telefone celular passou a ser a segunda forma de acesso à internet mais comum do Brasil, mostra pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2013, divulgada recentemente. A principal ainda é o computador pessoal, ligado à banda larga fixa. Segundo os dados, quase metade das residências (48%) tinha acesso à rede mundial de computadores, percentual ainda bem abaixo da média europeia (próxima a 75%) e das Américas (56%). Delas, 88,4% tinham em desktops e laptops a forma de se conectar, e 53,6% utilizam também o celular. O tablet estava presente em 17,2% dos domicílios.  A representatividade dos aparelhos móveis aponta uma tendência de individualização do acesso. É a primeira vez que uma PNAD aponta residências que utilizam apenas redes móveis como forma de conexão à internet – 11,6%.

IoT é a terceira onda no desenvolvimento da internet
Rio Wireless chega à 15ª edição tendo como tema central a Internet das Coisas

Em sua 15ª edição, a Rio Wireless, conferência que coloca em pauta temas de relevância no âmbito das telecomunicações, teve como tema principal “Internet das coisas nas cidades conectadas”. O evento continua com seu propósito de trazer ao debate as tendências do setor. Durante essa edição, que aconteceu no Rio de Janeiro nos dias 6 e 7 de maio, o foco foi a transformação imposta pela internet sobre os negócios e seus impactos em todas as áreas, incluindo as cidades. Como afirma Carlos Calazans, diretor-geral da Network Eventos, empresa que promove a conferência, a Internet das Coisas (IoT, na sigla  em inglês) configura-se como a terceira onda no desenvolvimento da internet e estará cada vez mais presente no cotidiano.



Apoio: